Carnaval Virtual: Um novo e promissor ciclo começa!

Ganhando espaço no coração dos sambistas e projetando talentos das telas para a avenida, a folia computadorizada terá um novo ponto de partida em 2016, com a fundação da nova marca do Carnaval Virtual – assim como a quarta-feira de cinzas dá fim à batucada para iniciar a expectativa por outro desfile.

A nova marca surge da união de escolas tradicionais em prol de um conceito novo. O Carnaval Virtual promete uma visão mais estratégica e profissional. Além disso, levanta a bandeira de um maior intercâmbio entre jovens carnavalescos, intérpretes, compositores e outros apaixonados que sonham levar a paixão da brincadeira para o profissionalismo real.

Ao todo, 16 escolas já têm participação garantida na liga, que elaborou seu regulamento e terão os seus desfiles realizados no começo de agosto. Os próximos passos da marca serão dados em breve, e o espaço está aberto àqueles que desejarem, como lembra o presidente do projeto, Gustavo Martins.

– Estamos trazendo uma nova leitura da forma de fazer o Carnaval Virtual. Temos um grupo campeão por onde passou. Talentoso, dedicado e, principalmente, focado em fazer essa máquina girar. Estamos motivados para oferecer um grande espetáculo e agregar valores em nossa marca. Convidamos a todos, inclusive ao leitor, a conhecer e ser parte da ideia. Será honroso contar com todos! Em breve, lançaremos nossas plataformas, site e comunicação visual, onde será possível maiores informações e novas inscrições. Tudo pensado, organizado e coerente com a ideologia que cerca o projeto – define Gustavo.

O desejo de ser uma fonte cada vez mais vasta de talentos vem justamente de um histórico rico neste processo. Um dos frutos que o Carnaval Virtual ofereceu ao real, Jorge Silveira construiu seu primeiro portfólio com obras feitas para as telas de computador. Hoje membro da comissão de carnaval da Dragões da Real, do Grupo Especial de São Paulo, o carnavalesco da GRESV Mocidade retorna ao mundo virtual com entusiasmo pela proposta da nova marca.

– Mais que uma competição, o Carnaval Virtual funciona como uma verdadeira oficina de talentos e de experimentações para novos artistas e linguagens. A dinâmica proporciona uma troca de experiências muito produtiva e enriquecedora para todos os membros da liga. Fico muito feliz de poder participar junto com meus amigos dessa nova iniciativa, que agrega grandes talentos, propondo uma nova dinâmica organizacional, mais interativa e democrática. Retorno hoje ao Carnaval Virtual com muito entusiasmo e satisfação – diz Jorge.

Carnavalesco da Protegidos da Princesa, de Florianópolis, Raphael Soares já trabalhava nas passarelas reais quando conheceu o Carnaval Virtual, em 2004. Mas foram seus trabalhos nas telinhas que abriram outras portas e geraram convites de outros estados. Com 18 anos de carreira – 10 deles atuando também virtualmente -, ele frisa que trabalhar nos dois mundos demanda muita dedicação, mas não abre mão da oportunidade do universo experimental que a avenida virtual pode oferecer

– O trabalho é praticamente igual. É uma brincadeira séria! Que pra mim é uma grande forma de exercitar a mente, testar novas ideias e aprender também. Aqui se reúnem talentos incríveis e muitos já se tornaram inspiração para o meu trabalho. Ainda mais agora iniciando essa nova fase. Nesse novo espaço! Com um pessoal cheio de vontade e principalmente unido. É o momento muito especial para essa vertente virtual do Carnaval brasileiro a qual estou muito orgulhoso de fazer parte. O Carnaval Virtual além de um celeiro de bambas é um berçário para novos figurinistas, carnavalescos, cantores, escritores, compositores, diretores e também gestores. É a certeza que a maior festa popular do planeta nunca terá fim – afirma o carnavalesco da GRESV Império do Progresso.

As novidades sobre o Carnaval Virtual podem ser vistas na editoria específica do SRZD, parceira e apoiador deste novo projeto.

Foto de perfil de Carnaval Virtual

Author: Carnaval Virtual

Share This Post On
468 ad