GRESV Império da Fênix

WhatsApp Image 2017-07-31 at 14.36.22

Grêmio Recreativo Escola de Samba Virtual Império da Fênix

Fundação: 07/01/2016
Cores: Vermelho – Branco – Verde
Símbolo: Fênix
Cidade-Sede: Niterói/Caxias – RJ

CARNAVAL 2017

Enredo: Karajá – A Estória da terra perdida sobre o céu brilhante do Eldorado
Autor do Enredo: Matheus Rodrigues

FICHA TÉCNICA: 

Presidente: Thalles Mascarenhas da Conceição
Carnavalesco: Matheus Rodrigues
Intérprete: Carolina Abreu

HISTÓRIA:

O Império da Fênix surgiu de um círculo de amigos. A escolha do nome da agremiação vem da força e imponência de um império e do significado de renovação e renascimento que possui uma fênix em meio as adversidades. A escola possui um perfil cultural. A Fênix pretende sempre em seus desfiles, alertar, informar e conscientizar o público do Carnaval Virtual alem de valorizar a identidade cultural do país.

AnoEnredoColocaçãoGrupo
2016 Memórias de um velho Rio Doce - Colocação5º LugarGrupo de Acesso
2017Karajá - A Estória da terra perdida sobre o céu brilhante do EldoradoGrupo de Acesso

Notícias Relacionadas

  • Samba Oficial 2017 – Império da Fênix

    “KARAJÁ – A ESTÓRIA PERDIDA SOB O CÉU BRILHANTE DO ELDORADO” Compositores: Isac Ferreira, Diney SP, Fábio Ventura, Nonô, Raphael Soares, Rodrigo Raposa, Victor Fernandes Interprete: Carolina Abreu O meu grito ressoou… Ecoou por terra, céu e mar De vermelho e branco eu vou Cantar por eldorado dos karajás Um sonho dourado reluz no imaginário […]
    Ler mais
  • Império da Fênix apresenta novo pavilhão e também enredo

    Com seu pavilhão renovado, a Império da Fênix apresenta a sinopse de “Karajá – A Estória da Terra Perdida Sob o Céu Brilhante do Eldorado”, de Matheus Rodrigues e Wallace Amado. Confira a sinopse, e também o pavilhão novo da Império da Fênix ao final da mesma.   KARAJÁ – A ESTÓRIA DA TERRA PERDIDA […]
    Ler mais
  • GRESV Império da Fênix lança enredo para o Carnaval 2016

     “Memórias de um velho rio doce” Oh Meu rio doce… Suas águas que se encontram com o mar, Que me dão o meu alimento de cada dia. Brincar em sua margem e logo depois dormir ao som da intensa floresta e ao fundo a correnteza que se quebra sobre rochedos . Em um dia que […]
    Ler mais